sexta-feira, 26 de março de 2010

Polacos - Os Escravos dos Nazis

É lugar-comum, apesar de extremamente importe e de não dever nunca ser esquecido, falar-se sobre o modo como regime de Adolf Hitler lidou com os Judeus alemães e dos demais países que invadiu durante o 3º Reich. No entanto os Judeus não foram as únicas vítimas do governo nazi da Alemanha, pois quem se opusesse ou fosse diferente do prescrito pelo modelo nazi, a nível racial e não só, sofriam na pele. Quem desalinhasse, fosse por natureza ou opção, dos cânones da ideologia nazi era  silenciado, roubado, humilhado, escravizado ou até mesmo eliminado. Hitler e os demais dirigentes nazis foram responsáveis pela prisão, tortura e massacre de várias minorias e etnias (ciganos, homossexuais, etc.) e também de intelectuais e pensadores que se opunham, directa ou indirectamente, ao regime e seus ideais.

Fogo na Noite - Goya
Os polacos sofreram muito sob a ocupação nazi por várias razões. Tal como os judeus, foram obrigados a usar um distintivo nas suas roupas que os identificava prontamente. Enquanto os Judeus eram forçados a usar a famosa estrela de 6 pontas, também conhecida como a estrela de David, os Polacos tinham de ostentar a letra “P” em todas as suas indumentárias. Apesar de não existirem provas de campos de concentração e extermínio para Polacos, não significa que tenham tido um tratamento muito melhor. Muitos dos Polacos tornaram-se mão-de-obra escrava sob o jugo nazi, podendo um industrial ou proprietários agrícola Alemão requisitar polacos ao ministério do trabalho nazi para trabalharem gratuitamente nas suas terras.
Este tratamento para com os polacos tem motivos raciais (segundo a ideologia fascista nazi), históricos e geopolíticos. Os modernos polacos são descendentes dos antigos povos Eslavos, e que segundo os nazis eram inferiores por não serem considerado de origem germânica e ariana (nas línguas românicas há uma semelhança muito estreita entre o termo “escravo” e “eslavo”, podendo isso ter alguma relação histórica também, mas tratando-se apenas de mera especulação). As razões históricas e geopolíticas devem-se à derrota Alemã durante a 1ª Guerra mundial, da qual resultou a assinatura do tratado de Versalhes (1919), onde a Alemanha teve de ceder uma parte significativa do seu território para o recém-criado estado da Polónia. Assim, Hitler via o Tratado de Versalhes de 1919 como uma humilhação para a nação alemã, devendo a Polónia desaparecer do mapa e os polacos também por isso ser castigados.

Estes episódios fazem-me lembrar um dos ensinamentos que Sun Tzu prescreve na obra “A arte da Guerra”. Segundo Sun Tzu nem todas as vitórias são boas. Se com uma vitória humilharmos excessivamente os derrotados só iremos alimentar ódios e futuras guerras e insurreições contra o domínio ou paz imposta pela vitória em causa. 
Apesar disto, nada desculpa a acção nazi.

Fontes:
Documentário: A Prússia Oriental de Hitler
Livros: A arte da Guerra - Sun Tzu

Artigos relacionados

Related Posts with Thumbnails


A Busca pela sabedoria - criado em Agosto de 2009 por Micael Sousa