segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O Livro: Platão e um ornitorrinco entram num bar...

 Trago aqui mais um livro de filosofia e humor, desta vez uma edição da Dom Quixote, que tem um curioso título, ora veja-se o nome: «Platão e um Ornitorrinco entram num bar… - filosofia com humor». Thomas Cathcart e Daniel Klein (ambos licenciados em filosofia) criaram uma obra singular. Nela introduzem os grandes temas da filosofia com algumas curtas explicações e explanações mas sempre com anedotas a elas associadas. Trata-se de uma forma bem leve e divertida de fazer uma introdução à introdução da filosofia. Não é de estranhar que o livro faça parte do Plano Nacional de Leitura pois é bem capaz de desmistificar e seduzir jovens e graúdos para a curiosidade pela filosofia.

Deixo então aqui algumas das piadas utilizadas, respectivamente categorizadas segundo os temas filosóficos que tratam.

Metafísica (Racionalismo)

O optimista diz «o copo está meio cheio»
O pessimista diz: «o copo está meio vazio»
O racionalista diz: «o copo tem o dobro do tamanho necessário»

Lógica (argumento indutivo por analogia)
Três estudantes de engenharia estão a debater que tipo de Deus terá concebido o corpo humano. Diz o primeiro:
- Deus deve ser um engenheiro mecânico. Reparem em todas as articulações.
- Eu acho que Deus deve ser um engenheiro electrotécnico. O sistema nervoso tem milhares de ligações eléctricas – defende o segundo.
- Na verdade, Deus é um engenheiro civil. Quem mais passaria um tubo de desperdícios tóxicos através de uma área recreativa? – diz o terceiro.

Ética (virtude platónica)
Numa reunião de faculdade, um anjo aparece inesperadamente e diz ao chefe do Departamento de Filosofia:
- Conceder-te-ei qualquer uma das três bênçãos que escolheres: Sabedoria, Beleza… ou 10 milhões de dólares.
O professor escolhe a Sabedoria sem qualquer hesitação.
Vê-se um clarão de um relâmpago e o professor parece transformado, mas continua sentado a olhar para a mesa.
Um dos colegas sussurra:
- Diz alguma coisa.
- Devia ter pedido o dinheiro – diz o professor.

Ética (o imperativo categórico supremo e a velha regra de ouro)
«não faças aos outros o que gostarias que eles te fizessem; eles podem ter gostos diferentes»

Filosofia da Religião (distinções teológicas)
Um homem chega às portas do céu e São Pedro pergunta-lhe:
- Religião?
- Metodista – responde o homem.
São Pedro olha para a lista e diz:
- Vá para a sala 28, mas não faça barulho quando passar pela sala 8.
Outro homem chega às portas do céu.
- Religião?
- Baptista.
- Vá para a sala 18, mas não faça barulho quando passar pela sala 8.
Um terceiro homem chega às portas .
- Religião?
- Judeu.
- Vá para a sala 11, mas não faça barulho quando passar pela sala 8.
- Até posso compreender que haja salas diferentes para religiões diferentes – diz o homem -, mas porque é que não posso fazer barulho quando passar pela sala 8?
- As Testemunhas de Jeová estão na sala oito – explica São Pedro – e pensam que são os únicos que estão aqui.

Existencialismo
Duas vacas estão num campo. Diz uma para a outra:
- Que pensas sobre a doença das vacas loucas?
- Que me interessa isso? – diz a outra – Eu sou um helicóptero.


Filosofia da Linguagem (a filosofia da imprecisão)
Uma mulher de 80 anos entra na sala de convívio dos homens do lar de terceira idade. Ergue o punho o ar e anuncia:
- Quem adivinhar o que tenho na mão pode fazer sexo comigo esta noite!
- Um elefante! – grita um velhote ao fundo da sala.
A mulher pensa durante alguns instantes e responde:
- Resposta certa!


Agora para saber mais, incluindo as relações destas piadas e histórias engraçadas com a Filosofia e devida explicação por parte dos autores, nada como lerem toda a obra!.- coisa que se faz muito rapidamente!

5 comentários:

  1. Inês Nascimentosetembro 28, 2010

    Este é o segredo do ensino. Assim é muito mais fácil os alunos gostarem de Filosofia! E perceberem-na. Porque quando eu fui aluna, desde que decorasse a matéria tinha excelentes notas. E ese não deve ser o objectivo! A Filosofia ensina-nos a pensar - e é isso que o Professor deve estimular.

    A propósito, deixo-vos um vídeo muito interessante sobre o ensino da Matemática:

    http://www.ted.com/talks/lang/eng/dan_meyer_math_curriculum_makeover.html

    ResponderEliminar
  2. Parece muito interessante o livro! Valeu pela dica!

    ResponderEliminar
  3. Formei-me na área da Contabilidade, Economia e Gestão de Empresas. Nos anos 60. Do currículo do nosso curso não constava a disciplina de Filosofia. Mas eu inscrevi-me.
    A minha experiência dos métodos pedagógicos do ensino daquela disciplina, na altura, é muito enriquecedora. O professor era extraordinário. Delirava ouvi-lo a falar.
    A primeira frequência consistiu em nos pôr a dissertar sobre três ou quatro temas relacionados com o pensamento de uns quantos filósofos. Ou seja, era necessário pensar...filosofar.
    Tirei uma nota boa. E fiquei a gostar da disciplina.
    Reclamações dos alunos. Dos marrões, dos preguiçosos mentais.
    Resultado. A segunda frequência abrangeu matéria concreta, conceitos rígidos, de manual.
    -
    Não há dúvida que a melhor forma de se abarcar uma vasta gama de conhecimentos é desmistificar a sua aprendizagem, perceber as linhas gerais dos conceitos estruturais de cada ramo do conhecimento.

    Este post está muito elucidativo e é apelativo.
    Não precisamos de decorar as ideias dos outros, precisamos é de ser capazes de estruturar devidamente uma forma de estabelecer uma corrente contínua do pensamento...

    ResponderEliminar
  4. Olá Micael!
    Parabéns, adorei o que li e vi, Continua a partilhar connosco, todas as tuas ideias, pensamentos etc. Foi uma agradável surpresa.

    Beijinho
    Márcia Gaspar

    ResponderEliminar
  5. Eu é que agradeço a visita e cá espero mais comentários e visitas tuas Márcia. Afinal, até há mais vida para além da engenharia, muito mais...

    ResponderEliminar

Artigos relacionados

Related Posts with Thumbnails

TOP WOOK - Arte

TOP WOOK - Dicionários

TOP WOOK - Economia e Finanças

TOP WOOK - Engenharia

TOP WOOK - Ensino e Educação

TOP WOOK - Gestão

TOP WOOK - LITERATURA





A Busca pela sabedoria - criado em Agosto de 2009 por Micael Sousa



Introduza o seu e-mail para receber a newsletter do blogue: