quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Recordar uma música de Carlos Paião: Senhor Extra-terrestre (cantada por Amália Rodrigues)

No dia em que se assinalam os 22 anos desde o desaparecimento de Carlos Paião, trago aqui ao blogue uma música com letra de sua autoria e cantada por Amália Rodrigues. A música aqui em causa caracteriza-se por ser, no mínimo, bizarra. Parece inacreditável que a música intitulada de ‘Senhor Extra-terrestre’ possa ter sido escrita por quem foi, mas mais incrível é que tenha sido interpretada pela diva nacional.
Ainda - Júlio Resende
Mas, se retirarmos o literalismo à letra e a quisermos interpretar munidos de uma grande dose de sentido de humor – fica evidente que Paião e Amália também o tinham – podemos ver nesta música crítica e intervenção social bem-disposta.
Aqui fica o link para ouvirem esta verdadeira preciosidade: 

4 comentários:

  1. Eu nunca encontrava esta preciosidade, digamos preciosidade bizarra!

    Se fizermos um esforço e imaginarmos alguns sons bizarros, parecem-nos disformes. Claro que há a "boa música" e a má "música", mas depende sempre de quem a ouve.
    Aquilo que fazemos leva sempre um pouco de nós, influenciamos e somos influenciados. Assim, é a música, influenciada por quem a cria, influenciando quem a canta.
    Quando compro um cd, (sei... coisa estranha), parece que hoje em dia quase ninguém compra cd. Mas, o que me interessa é que seja algo que me faça sentir. A música tem que ser sentida, não basta ouví-la. Não se trata de ouvirmos uns sons que nos servem de fundo para não termos que suportar o silêncio. É claro que a música também serve para isso. Mas, preciso sentí-la e tenho mesmo necessidade de ouvir boa música.

    Lumena

    ResponderEliminar
  2. Neste caso trata-se de uma música bizarra, bem humorada e nas entre-linhas nota-se crítica social.

    ResponderEliminar
  3. A letra é deliciosa!
    Tão actual..

    Excelente!

    Um bem haja :)

    ResponderEliminar
  4. Um dos mais deliciosos exemplos da imaginação do Carlos Paião, e sempre actual, como diz o João.
    Já agora, pergunta para queijinho: Alguém se lembra da "Música do Jaquim"? não sei se alguma vez foi publicada, mas só o ouvi cantá-la uma vez num episódio do "Foguete":
    "O Jaquim foi-se a ela e disse-lhe assim:
    Tu como te chamas? - eu sou o Jaquim,
    Sou um gajo porreiro cheio de notas de cinco mil,
    Toda a agente me grama sou mesmo baril!"

    ResponderEliminar

Artigos relacionados

Related Posts with Thumbnails

TOP WOOK - Arte

TOP WOOK - Dicionários

TOP WOOK - Economia e Finanças

TOP WOOK - Engenharia

TOP WOOK - Ensino e Educação

TOP WOOK - Gestão

TOP WOOK - LITERATURA





A Busca pela sabedoria - criado em Agosto de 2009 por Micael Sousa



Introduza o seu e-mail para receber a newsletter do blogue: